in

PMB se mobiliza para ampliar representação na AL e na Câmara

Com adesão a base governista, membros do PMB estiveram reunidos com Executivo estadual. Foto: Divulgação

Há menos de um ano das eleições, o cenário político de 2018 encontra-se incerto, sobretudo em nível nacional. Os nomes que vão se colocar na disputa pela presidência da República, em diferentes legendas, ainda buscam apoio e aguardam desdobramentos, inclusive de ações no judiciário. São diversas perguntas que só o tempo vai se encarregar de responder.

No Ceará, apesar do cenário nacional sombrio, os partidos que têm cadeiras na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal trabalham para aumentar sua presença nas Casas.

É o caso do Partido Mulher Brasileira (PMB), que deixou a oposição e ingressou na base aliada do governo Camilo Santana, depois da desfiliação da ex-prefeita de Tauá, e esposa do conselheiro Domingos Filho, Patrícia Aguiar.

Assim, a movimentação política para a próxima disputa começa a ganhar corpo com a promoção de reuniões e busca de fortalecimento das bases.

Base
O partido, inclusive, por meio de sua nova direção estadual, já esteve reunido com o governador Camilo Santana. “Temos um excelente diálogo. Colocamos o partido à disposição para contribuir com o Estado, com responsabilidade, transparência e políticas públicas voltadas para coletividade”, disse Magda Costa, presidente estadual da legenda.

Expectativa
Segundo ela, a expectativa é a de que o partido permaneça com três deputados estaduais e eleja um deputado federal e, para isso, trabalhará na formação de diretórios municipais “ideológicos” que trabalhem “com afinco em prol do coletivo e a formação de uma boa chapa de candidatos a deputados estaduais e federais”. Outra meta do PMB, de acordo com Magda, á atrair mais simpatizantes e filiados. Além do processo eleitoral do próximo ano, o grupo já trabalha para fortalecer a sigla para em “um segundo momento, realizar outras metas”.

“O PMB nasceu no Ceará pelas mãos das mesmas pessoas que hoje estão à frente do partido e o nosso objetivo é usar o partido como ferramenta de trabalho para levar à população uma luta de igualdade entre os gêneros, masculino e feminino, em todos as áreas da sociedade. Só queremos respeito e igualdade aos homens e mulheres”, frisou ela, em referência a atual composição da sigla.

Reunião
Magda Costa afirmou que aguarda apenas a publicação da nova composição estadual no Diário Oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para reunir todos os 43 vereadores, três deputados estaduais, dois prefeitos e demais filiados. Em Fortaleza, a agremiação passará para o comando de Diogo Vieira.

Odilon
Questionado sobre a situação do deputado Odilon Aguiar, que é primo do ex-presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Domingos Filho, e adversário do grupo político que comanda o Executivo, Magda foi categórica: “nossa relação com o deputado Odilon Aguiar é de respeito e consideração”. Recentemente, Aguiar informou que deixaria a legenda para se filiar ao PSD. Isto porque o partido saiu do grupo de oposição ao governo Camilo Santana.

Com informações do OE

Deixe uma resposta

GIPHY App Key not set. Please check settings