in

Assembleia aprova regime de urgência para o projeto que reestrutura Polícia Militar do Ceará

Caso seja aprovado, mais que triplicará de tamanho o organograma da PM cearense

A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou nesta terça-feira (21) o regime de urgência do projeto de lei enviado pelo Governo do Estado que reestrutura a Polícia Militar (PM-CE). Caso seja aprovado, mais que triplicará de tamanho o organograma da PM cearense.

A mensagem chegou à Presidência da Casa ontem e começou a tramitar hoje, indicando a criação de 15 batalhões, 37 companhias, três esquadrões, dois comandos, duas coordenadorias e um regimento na Capital e Interior. Ao todo, são 60 novas estruturas. Atualmente, existem 31.

Parlamentares elogiaram a proposta, destacando que o programa Ronda do Quarteirão não deu conta de diminuir os índices de violência do Estado. Até integrantes da oposição parabenizaram o Palácio da Abolição pela ideia, como foi o caso do deputado Roberto Mesquita (PV). “O rumo é esse, pensar nas pessoas, valorizar o efetivo. Os carrões, as Hilux não tiveram o efeito desejado”, destacou.

O incremento imediato de tropas, entretanto, não acontecerá. A promessa é de 3 mil homens serem incorporados até 2014 (o último ano de gestão do governador Cid Gomes). Hoje, o efetivo é de 15.100 pessoas, sendo 12.400 em atuação e 2.700 afastadas.

 

O Povo

Deixe uma resposta

GIPHY App Key not set. Please check settings