in

Detentos queimam colchões durante rebelião na Cadeia Pública de Maracanaú

Detentos da Cadeia Pública de Maracanaú realizaram uma rebelião no início da tarde desta terça-feira, 10. Os internos depredaram o patrimônio e queimaram colchões. De acordo com a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (Sejus), o tumulto foi motivado pelo cancelamento do banho de sol, devido a uma medida disciplinar.

A situação foi controlada pelo Grupo de Ações Táticas Especializadas (Gate), comandada pelo capitão Cavalcante. Segundo o capitão, não houve feridos durante a operação. O fogo foi contido pelo Corpo de Bombeiros.

Ainda de acordo com o capitão Cavalcante, participaram da rebelião cerca de 70 presos. Ele informou que os presos relataram como motivo para a rebelião, a superlotação na Penitenciária.

Segundo a Sejus, serão transferidos 41 detentos temporariamente.