in

Gestantes são incentivadas ao parto normal durante visita ao Hospital da Mulher

Seis gestantes que têm acompanhamento pré-natal na Unidade Básica de Saúde da Família Elias Boutala, localizada no bairro Jereissati I, visitaram na manhã de hoje, 20, o Centro de Parto Normal do Hospital da Mulher e da Criança Eneida Soares Pessoa. O objetivo da visita é humanizar o parto, fazendo com que as gestantes conheçam o local onde serão atendidas e sintam-se seguras na hora do nascimento dos seus filhos. “Achei a visita maravilhosa, porque as pessoas aqui passam muita confiança para gente, de como é o parto normal, e o ambiente é super agradável. É o meu primeiro filho e pretendo sim fazer parto normal”, afirmou a gestante Carla Cinderela Viana Perdigão, 16 anos, estudante, que reside no Jereissati I.

 As gestantes participam de exposição dialogada, apresentação de vídeo e conhecem as dependências do Centro de Parto Normal, que faz parte da Rede Cegonha desde 2011, financiada pelo Ministério da Saúde, com fundamentos nos princípios da humanização e assistência às mulheres grávidas e às crianças de 0 a 24 meses. A visita é guiada por uma equipe multiprofissional, formada por enfermeiro obstetra, terapeuta ocupacional e assistente social; e ainda conta com o acompanhamento de duas agentes comunitárias de saúde.

 De acordo com a coordenadora do Centro de Parto Normal, enfermeira obstetra Rosângela Fialho, as gestantes são orientadas em relação aos exercícios que elas fazem para estimular a descida do bebê na hora do parto. “A visita é muito satisfatória para nós e principalmente para elas, porque as gestantes já vêm com medo do parto. É nesse momento que a gente tira todas as dúvidas para quando elas vierem parir já saberem como é, pois estão conhecendo a estrutura”, afirmou. A enfermeira orienta as gestantes de Maracanaú a buscarem o acompanhamento pré-natal nas Unidades Básicas de Saúde e a realizarem seus partos no Hospital da Mulher de Maracanaú, que disponibiliza toda estrutura e é um equipamento do Município.

 Algumas Unidades Básicas de Saúde da Família já realizaram visitas guiadas durante o ano passado, como as unidades do Olho D’água, Colônia Antônio Justa, Piratininga e Polo Indígena. Este ano as visitas estão sendo ampliadas para as 30 unidades do Município. Esta foi a primeira deste ano e a as próximas estão agendadas para os dias 21 e 26 de fevereiro. (Juçara Araújo)