in

Ministério Público deflagra operação na prefeitura de Maracanaú

O Ministério Público do Estado (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público da comarca de Maracanaú, e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-CE), com o apoio da Polícia Civil, deflagrou na manhã desta quarta-feira (18) uma operação na Prefeitura de Maracanaú. A ação tem como objetivo apurar supostas fraudes em licitações no município.

De acordo com o MPCE, duas servidoras da prefeitura foram afastados de seus respectivos cargos: a secretáriaexecutiva da Secretaria de Governo de Maracanaú, Emanuela Batista Lima, e a coordenadora da Secretaria de Governo, Maria do Socorro de Souza. Também foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão durante os trabalhos, dois em Fortaleza e três em Maracanaú, por determinação do juiz da 1ª Vara Criminal de Maracanaú, Antônio Jurandy Porto Rosa Júnior.

A reportagem apurou, ainda, que policiais civis estiveram no Setor Financeiro da Prefeitura recolhendo material para auxiliar na investigação do MP. A ação de improbidade administrativa teve como finalidade apurar suposta fraude em licitação para aquisição de até 40 mil arranjos florais, no valor global de R$ 240 mil para distribuição durante o Dia Internacional da Mulher e Dia das Mães, no ano de 2013, dos quais a Prefeitura comprou, efetivamente, 18 mil arranjos.

Diário do Nordeste