in

Operação policial no Ceará prende 32 por estelionato

Polícia Civil do Ceará desarticulou quadrilha de estelionatários que atuava em Itapipoca (CE) e em São Paulo (SP). Foram 32 prisões – 26 no Ceará e seis na capital paulista. A operação – realizada em parceria com a Polícia Civil de São Paulo – desde a madrugada desta quinta-feira, 4 – objetivou combater crimes de estelionato nos dois estados. Batizada de ‘Factum’, a ação cumpriu 44 mandados judiciais.

Além de estelionato, o grupo praticava crimes de formação de quadrilha, falsificação de documentos públicos, fraudes bancárias e lavagem de dinheiro.

Segundo o delegado Alexandre Ferraz, titular da delegacia de Amontada e um dos reponsáveis pelo caso, os mandados de prisão da operação, que é resultado de cinco anos de investigação, foram expedidos pelo juiz da 2ª Vara de Itapipoca, Gonçalo Benício. “O alvo principal das investigações é a cidade de Itapipoca. Lá, foram comprovadas clonagem de CPFs e outros documentos, e ainda empréstimos e compra de carros em nome de laranjas,” disse Ferraz, que ressaltou que a operação tem também o apoio das delegacias do Trairi e Uruburetama.

De acordo com o delegado de Policiamento do Interior e coordenador da ação, Jocel Bezerra Dantas, os detidos na capital paulista são cearenses que vão fazer faculdade do crime em São Paulo.

Na operação, foram apreendidas máquinas de clonagem, computadores, cartões de crédito, televisores de lcd, notebooks, máquina de lavar, cofre, extratos de bancos em nome de terceiros, veículos de luxo, cheques adulterados e em branco, chupa-cabras, entre outros documentos, como CPFs e CNHs.