in

PMs trocam tiros após acidente de trânsito em Maracanaú

O soldado da PM Damilton Dantas se envolveu num acidente de trânsito. Ele atirou contra o policial do Ronda do Quarteirão Franco Magalhães, que exigiu que ele aguardasse a perícia

Um acidente de trânsito terminou em troca de tiros entre policiais militares, no fim da tarde de ontem, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza. O soldado do Ronda do Quarteirão Franco Arlan Maciel Magalhães, que estava de serviço, foi baleado pelo companheiro de corporação, Antônio Damilton Dantas da Silva, pertencente à 4º Companhia do 6º Batalhão e que estava de folga. Os dois ficaram feridos. Eles foram socorridos ao Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro, e não correm risco de morte.

No início da noite de ontem, que o soldado Dantas teria se envolvido num pequeno acidente de trânsito, numa rua de Maracanaú. Após discutir com o condutor do outro veículo, ele teria fugido. Por telefone, o motorista alertou a viatura do Ronda, que abordou o veículo do PM, um Peugeot preto, na avenida Padre José Holanda.

De acordo com a Polícia, pela segunda vez, Dantas tentou se evadir do local, mas foi detido por Magalhães, que retirou a chave da ignição do Peugeot, pedindo que o PM aguardasse a chegada da Perícia. Segundo os PMs, foi nesse momento que Dantas se alterou e disparou duas vezes contra Magalhães.

 

Um dos tiros atingiu o soldado do Ronda no abdômen, próximo da virilha. O segundo tiro teria acertado o braço de Magalhães, que caiu baleado. O segundo policial do Ronda que participava da abordagem, identificado como soldado Macedo, reagiu e disparou contra Dantas, que foi atingido do lado direito do tórax e foi rendido.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado. Magalhães foi levado para o IJF no helicóptero da Ciopaer. Dantas também, mas chegou poucos minutos depois, de ambulância. Segundo o tenente Arlenilson Lima Araújo, Magalhães foi transportado na aeronave por causa da gravidade de seus ferimentos.

Tentativa de homicídio

Segundo o chefe de equipe do IJF, José Soares, o estado de saúde dos policiais é estável. No início da noite, conforme o médico, Magalhães reclamava de fortes dores no abdômen e passaria por uma cirurgia por volta de 22 horas. Já o policial Dantas passou por uma operação de drenagem do tórax e estava “sonolento”.

 

De acordo com o comandante do Ronda, coronel Roosevelt Alencar, que esteve no IJF, o soldado Dantas será autuado por “flagrante delito, em decorrência de crime militar”.

Segundo o relações públicas da PM, tenente-coronel Fernando Albano, o soldado será encaminhado ao presídio militar e responderá a procedimento disciplinar, que poderá culminar em expulsão da Polícia Militar.

O soldado Damilton Dantas se envolveu num acidente de trânsito e reagiu à abordagem dos policiais do Ronda do Quarteirão, que tentavam impedir que ele deixasse o local da ocorrência.

Deixe uma resposta

GIPHY App Key not set. Please check settings