in

População reclama onda de violência e falta de policiamento em Maracanaú

Está cada vez mais difícil trafegar nas ruas, sentar nas calçadas, ou se quer pegar um ônibus para ir trabalhar.

Moradores de Maracanaú, mais precisamente os bairros Novo Maracanaú, Residencial e Jereissati, reclama a falta de segurança e policiamento no local, o que torna cada vez mais comum se deparar com situações como assaltos, assassinatos, e pontos de tráfico a luz do dia.

As Pessoas já se sentem frustradas, ao dar queixa,  relatar dados e até indicar caminhos de fuga ás viaturas do Ronda do Quarteirão, que uma vez ou outra toca de sorte de passar, mas nada fazem, o que nos obriga fazer a seguinte pergunta: A quem estamos entregues?

São diversos os relatos de vitimas sobre a participação de adolescentes.  No Novo Maracanaú falam-se dois jovens em uma moto (cinquentinha) Já no Residencial fala-se de um casal em outra moto, na qual a mulher que promove toda ação rendendo suas vitimas em pontos de ônibus e calçadas.

Enquanto nossos governantes ás vésperas de eleição se preocupam e gastam com campanhas, nossa maior preocupação hoje é saber que seu voto poderá decidir os rumos da segurança pública no Ceará. Vale apenas ficar de olhos bem abertos em “bandidos” disfarçados de políticos bonzinhos, prometendo isso e aquilo, quando a população já não aguenta mais ver o pai de família que sai para trabalhar, e sua esposa e filhos preocupados se irá voltar ou não. Falta agora, a onde da “milícia” se instalar em nossa cidade, onde teremos que pagar pedágio para andar em tranquilidade por nossas ruas.

Para onde vamos ?