in

Presos conseguem escalar muro e fogem da prisão de Pacatuba

Um grupo de presos fugiu na madrugada deste domingo (12) da Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba na Grande Fortaleza. De acordo com os agentes penitenciários, os detentos utilizam escadas para pular o muro da penitenciária, que tem oito metros de altura. As imagens das câmeras de segurança devem ser analisadas. A Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo tem capacidade para 500 presos, mas abriga cerca de mil.

Viaturas do Batalhão de Choque chegaram na penitenciária no início da tarde desta segunda-feira (13). Quarenta e seis policiais foram até a penitenciária fazer a contagem de presos. De acordo com a Secretaria de Justiça do Ceará (Sejus), quatro detentos conseguiram fugir e nenhum foi recapturado até a noite desta segunda.

O prazo de permanência das tropas da Força Nacional de Segurança no Ceará foi prorrogado. O ministro da Justiça, Alexandre Moraes, autorizou nesta sexta-feira (10) que os policiais continuem atuando nas unidades prisionais cearenses que registraram rebeliões, fugas e mortes durante o mês de maio. A prorrogação do reforço na segurança foi solicitada pelo governador Camilo Santana.

Força Nacional de Segurança
Nesta sexta-feira (10), o Ministro da Justiça autorizou a propporogação da Força Nacional de Segurança  no cEará. A tropa chegou a Fortaleza no dia 26 maio, com um efetivo de 106 agentes para permanecer durante 15 dias.,A expectativa, agora, é que a Força Nacional de Segurança fique por mais 30 dias no Ceará. O novo prazo, porém, ainda não foi confirmado pelo Ministério da Justiça.

Conforme a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), os policiais da Força Nacional de Segurança estão contemplando as atividades da Polícia Militar e dos agentes penitenciários. A pasta informou que os homens estão atuando nos presídios como forma de evitar novas fugas e incidentes, já que algumas unidades prisionais ainda passam por reparos estruturais.

Dentre os trabalhos, os policiais utilizam drones para monitorar penitenciárias da Região Metropolitana de Fortaleza. Os dispositivos voadores, controlados remotamente, fazem tomadas aéreas, que, segundo o Ministério da Justiça, permitem o mapeamento das áreas e identificação de movimentação dentro e fora das unidades prisionais.

Durante o tempo que está no Ceará, a tropa impediu uma fuga de cerca de 50 presidiários da Unidade Prisional Desembargador Francisco Adalberto Barros de Oliveira Leal, em Caucaia. Os detentos estavam tentando escapar do presídio por um um túnel escavado nos fundos da unidade.

A Força Nacional também encontrou dois túneis que tinham sido feitos na Casa de Privação Provisória 1 (CPPL 1). Um dos buracos dava acesso à lateral esquerda do presídio e outro à parte dos fundos da unidade. Desde então, nenhuma fuga de presos foi registrada.

Esta é a segunda operação da Força Nacional no estado desde 2011. Em janeiro de 2012, o governo estadual tinha solicitado apoio federal para garantir a segurança da população durante a greve dos policiais militares.

Coordenada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Cidadania e formada por profissionais das polícias militares, polícias civis, corpos de bombeiros e órgãos de perícia forense, a Força Nacional é um programa de cooperação de reforço à segurança pública em qualquer ponto do país, com apoio de efetivo dos 26 estados e do Distrito Federal.