in

Programa “Crack, é possível vencer” é lançado em Maracanaú

O programa “Crack, é possível vencer” foi lançado em Maracanaú na manhã de ontem, 26, em solenidade realizada no Centro Cultural Dorian Sampaio. Estavam presentes o prefeito de Maracanaú, Firmo Camurça, acompanhado da primeira-dama, Kamile Camurça, e lideranças políticas; além de prefeitos e representantes de outras cidades. O auditório, com capacidade para 400 pessoas, estava lotado de representantes de escolas municipais, estaduais e particulares, Guarda Municipal e sociedade.

Na ocasião, houve apresentações teatrais dos alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Rodolfo Teófilo e dos profissionais e pacientes dos três Centros de Atenção Psicossocial – Caps de Maracanaú. A coordenadora de Políticas Públicas sobre Drogas do Estado do Ceará, Socorro França, marcou presença no lançamento do programa em Maracanaú e, em seu discurso, chamou a atenção para a problemática do crack e outras drogas, convidando todos a participarem dessa luta. “Vamos trabalhar de maneira séria, correta. De maneira que não fique prometendo”, afirmou.
O programa “Crack, é possível Vencer” é uma política pública do Governo Federal, em parceria com Estados e Municípios e visa desenvolver ações articuladas em três eixos: Prevenção, Cuidado e Autoridade (enfrentamento ao tráfico de drogas). O Comitê Local de Gestão do Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas é formado por 21 profissionais de diversas áreas de atuação, como saúde, educação, esporte, assistência social, cultura e segurança.
De acordo com o prefeito Firmo Camurça, Maracanaú busca dar um passo mais significativo nesse enfrentamento. “A gente vai procurar fazer diferente, sendo craque na saúde, na educação, na decência e na cidadania”, completou. A primeira-dama, Kamile Camurça, reforçou dizendo que o trabalho será forte e comprometido. Também anunciou o lançamento do edital para casas de recuperação de dependentes químicos, que o Governo Municipal de Maracanaú vai lançar brevemente. Uma outra ação será o funcionamento 24 horas do Caps AD de Maracanaú.
Durante a solenidade, os prefeitos de Acarape, Maranguape, Pacatuba e Redenção também subscreveram o termo de responsabilidade para desenvolverem ações de enfrentamento ao Crack e outras drogas. (Juçara Araújo)