in

PMs acusados de tentativa de homicídio contra turistas são absolvidos

Os Policiais Militares acusados de tentativa de homicídio foram absolvidos após julgamento realizado nesta segunda-feira (16). A audiência durou cerca de 13 horas e foi realizado no Fórum Clóvis Beviláqua.

O júri entendeu que Rinaldo do Carmo de Souza e Francisco Edemildo de Lima se envolveram em uma ação policial considerada desastrosa, em setembro de 2007, e não tinham a intenção de matar. O Ministério Público vai recorrer da decisão.

O caso

Segundo o Ministério Público do Ceará (MP/CE), no dia 26 de setembro de 2007, por volta das 21h, as vítimas trafegavam no sentido Aeroporto-Aldeota, em uma caminhonete, quando foramalvejadas por disparos vindos de viaturas policiais, que faziam cerco para capturar acusados de roubar um caixa eletrônico.

Sem fazer abordagem, os policiais efetuaram diversos disparos, dos quais 22 atingiram o automóvel. Innocenzo Brancati, que dirigia o veículo, foi atingido no braço e Marcelino Ruiz Campelo levou um tiro no ombro esquerdo. A bala se instalou na coluna e ele ficou paraplégico.

Penas

Em dezembro de 2011, Francisco Emanuel Rodrigues Felipe recebeu pena de três anos e seis meses de reclusão, em regime aberto. No dia 23 de novembro do ano passado, Luiz Ary da Silva Barbosa Júnior foi condenado a 24 anos de prisão, em regime fechado.

Os policiais Marcelo Lima Alves e Francisco Eloy da Silva Neto, também acusados de envolvimento no crime, foram pronunciados, mas recorreram da decisão junto ao Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). Outros dois PMs, Antônio Liberato Dias e Marcos Antônio da Silva, foram impronunciados por falta de provas, porém o Ministério Público estadual apelou ao TJCE.

O policial Francisco Eunias de Souza, também acusado, morreu durante o curso da ação.

Deixe uma resposta

GIPHY App Key not set. Please check settings