in

Primeiro Passo capacita jovens em Maracanaú

O Governo do Estado, através da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), por meio do Projeto Primeiro Passo, celebra nesta quinta-feira (19), às 14h, Auditório da STDS (Rua Soriano Albuquerque, 230 – Joaquim Távora) convênio com 120 entidades, entre prefeituras e associações, para capacitação de 4.000 jovens em 63 municípios do Estado. O objetivo das parcerias é proporcionar ao jovem a oportunidade de lidar com a complexidade do mercado, trabalhando em diferentes setores da economia e participando de equipes, com iniciativas, experiências e departamentos distintos.

Serão qualificados estudantes de 8º e 9º séries do Ensino Fundamental, 1º ou 2º ano do Ensino Médio ou EJA III e IV. Os jovens participarão de cursos de iniciação profissional por um período de cinco meses, por meio da linha de ação Jovem Bolsista, e receberão da STDS bolsa-capacitação no valor de R$ 100,00, fardamento, lanche e material didático.

Um dos municípios a  celebrarem convênios com a STDS é o município de Maracanaú.

Na última quinta-feira, 12, a STDS também celebrou convênio com 60 empresas para engajamento de 500 jovens nos segmentos da indústria, comércio e serviços, em Fortaleza. Para o secretário Evandro Leitão, a qualificação prática é o mais importante. “Esperamos que os jovens aproveitem a oportunidade de ter um real contato com o mercado de trabalho. É uma nova porta que abrimos para que nossa juventude siga em frente. Só com educação e capacitação iremos conseguir isso”, declarou Evandro Leitão.

Com 10 mil jovens capacitados em 2011 e 38 mil pessoas nos últimos cinco anos, só por meio do projeto Primeiro Passo, a STDS reforça e mantém, a cada dia, o compromisso com a qualificação do trabalhador cearense. Até o final de 2012, a perspectiva é que o programa, que já conta com 1.230 empresas parceiras, capacite mais 10 mil jovens em todo o Estado, nas três linhas de ação do Projeto.

Na linha de ação Aprendiz, o estudante é ocupado durante os três turnos, tendo aulas regulares, cursos profissionalizantes e um período de estágio durante um ano. Na segunda linha de atuação, a Bolsista, o jovem recebe bolsa-capacitação garantida pelo Governo do Estado e é treinado durante quatro meses nas unidades do Programa. Já na linha Estagiário, os adolescentes participam de estágio durante o período de um ano em empresas públicas e privadas conveniadas com a STDS.

Os jovens interessados em participar do Projeto precisam estar inseridos na escola pública, ter renda familiar per capita de até ¼ do salário mínimo, apresentar documentação devida (RG, CPF, Carteira Profissional, comprovante de endereço e de residência). O jovem é selecionado por equipe de pedagogos e psicólogos, que analisam o perfil do adolescente, encaminhando-o devidamente a uma das empresas parceiras.

Deixe uma resposta

GIPHY App Key not set. Please check settings